As mulheres, os militares e as mulheres militares.

Female flag officers honor first woman four-star
No meu ultimo post decente deixei no ar a pseudo-conclusão de que mulheres ganhariam menos que homens no serviço público federal. ("pseudo", porque não tenho dados concretos pra embasar, e sim uma intuição a partir de dados preliminares). Depois fui cuidar de fazer tabelinhas bonitinhas com os dados pra postar no blog de novo, como quem não quer nada, achando que tudo continuaria como está. Baixei os dados no novo formato, fiz um novo programinha para calcular as estatísticas (dessa vez offline, postando os resultados já consolidados, vou tentar falar sobre ele depois).

Agora tinha dados pra maio e junho! ótimo! dá pra comparar os meses e ver o que mudou. Calculei os valores pra junho, tudo como esperado. Só pra conferir então, calculei os valores pra maio e... hein? caixa escrito frágil? Não tinha NADA a ver! Os Ricardos tinham sido desbancados pelas REGINAS! (pensado pelo lado bom, continuou na letra R). Recalculei, afinal no primeiro post usei os 100 mais comuns, agora eram os 200. Necas! Reginas batiam um bolão! Mas que diabos? Minhas contas antigas estariam erradas? Mas ai os valores de junho tinham de ser diferentes. Não, alguma coisa nos dados tinha mudado, e eu precisava saber o que!

NOME QUANTIDADE MEDIA
REGINA 1769 R$ 7.290,96
LUCIA 1634 R$ 7.253,19
DENISE 1397 R$ 7.095,79
SILVIA 1309 R$ 7.015,82
ELIZABETH 905 R$ 7.013,96
CRISTINA 959 R$ 6.979,49
CELIA 874 R$ 6.935,12
SERGIO 5330 R$ 6.900,84
ROSA 901 R$ 6.892,27
CELSO 1310 R$ 6.869,84
Maiores médias salariais por nome

A dica veio quando ao testar os javascripts de reordenar as tabelas, ordenei por "quantidade de servidores" a tabela dos órgãos. E os vencedores de sempre, ministério da saúde e INSS tinham pulado, em maio, pra 3º e 4º lugar. E na frente de tudo vinham os calouros Comandos do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Fiquei pasmo! Será? Será que os MILITARES, aqueles geralmente considerados retrógrados, conservadores, apegados a rigidez hierárquica e sobretudo MACHISTAS eram os responsáveis por colocar as mulheres no TOPO da lista? Será que nas forças armadas as mulheres ganhavam TÃO mais assim? Não é possível... Rápido, um select aqui, um order by ali e... PASMÉN!

SIM! As mulheres ganham, em média, mais que os homens entre os militares!

(só pra constar que essa é uma pseudo conclusão também, já que não tenho informação de sexo, só de nome, e não fiz uma pesquisa exaustiva, mas apenas entre os nomes mais comuns). Essa foi a segunda coisa mais contra intuitiva que eu ja tinha visto em toda minha vida, perdendo só pra Rua do Amendoim!

NOME QUANTIDADE MEDIA
MARIA 438 R$ 6.141,24
LUCIANA 300 R$ 5.716,87
ANA 830 R$ 5.390,72
ADRIANA 254 R$ 5.300,57
RENATA 386 R$ 5.275,04
PATRICIA 347 R$ 5.249,83
FERNANDA 358 R$ 5.010,69
JULIANA 375 R$ 4.748,59
MARCO 1335 R$ 4.664,48
SERGIO 1838 R$ 4.572,13
Maiores salários médios entre os militares

Minha cabeça já estava de ponta cabeça. Mas peraí! Os maiores salários das militares não são das Reginas, muito menos das Lúcias, Denises e Sílvias. Tudo bem as Militares ganharem mais, mas não são elas que colocaram as Reginas na frente! Tem mais alguma coisa acontecendo! E eu acho que sei o que é: eu nunca vi uma soldada!

Sério, conheço mulheres tenentes, capitãs, majores e até coroneis (coronelas?), mas nunca vi uma soldada! E menos ainda uma recruta: não existe serviço militar obrigatório para mulheres! Agora sim a coisa começa a fazer sentido. Fui conferir e.. os Ricardos que ganhavam altos R$ 8.329,88 na primeira leva dos dados, agora ganham "míseros" R$ 6.463,87. Já as Camilas pouco mudaram, de R$ 4.270,70 pra R$ 4.303,93. A ficha caiu. As forças armadas não puxam pra cima o salário feminino. Puxam pra baixo o masculino.

Tudo bem, o exército puxa pra baixo o salário dos homens por causa de recrutas e soldados. Vá lá, mas as mulheres continuam ganhando mais que os homens! Os números não mentem. É verdade, não mentem. Mas metade dos números só diz meia verdade. E a verdade verdadeira só vai aparecer quando se compara entre iguais. Mais selects, mais order bys e voilà. Meu senso comum restaurado, firme e forte: Entre os oficiais militares, quem ganha mais são os Walters. As Ritas, melhores colocadas entre as oficialas, só aparecem bem longe, na 94ª posição. E quando falamos de número de pessoas a coisa também não fica bem pras Marias (ou pras Anas, que é o nome mais comum entre as mulheres militares). Pra 1053 josés, o nome mais comum, temos apenas 411 anas (ou 264 marias).

ORDEM NOME QUANTIDADE MEDIA
1 WALTER 45 R$ 10.612,44
2 GERSON 47 R$ 10.133,28
3 ALVARO 82 R$ 10.036,26
4 ORLANDO 31 R$ 9.970,77
5 MARCO 282 R$ 9.931,24
6 SERGIO 373 R$ 9.898,51
7 CLAUDIO 304 R$ 9.895,78
8 WILSON 60 R$ 9.891,97
9 MAURO 122 R$ 9.860,34
10 NILSON 37 R$ 9.848,68
. . .
95 RITA 30 R$ 8.395,57
Maiores médias salariais entre oficiais

É, caiu por terra toda a esperança de feminismo militar. Na pratica, são poucas mulheres e apenas em em áreas de nicho. E elas só ganham mais, na média, do que os homens, porque não tem acesso aos cargos mais baixos. Quando a comparação é entre iguais, elas continuam no prejuízo.

O jeito é correr pras universidades, onde ainda impera um espirito progressista. Por lá, as Veras ganham dos Sebastiões, e as Reginas, Lúcias e Sônias disputam uma vaga nas quartas de finais.

NOME QUANTIDADE MEDIA
VERA 162 R$ 11.058,40
SEBASTIAO 85 R$ 10.679,09
NELSON 118 R$ 10.518,53
VICENTE 56 R$ 10.410,07
REGINA 186 R$ 10.302,47
ARMANDO 63 R$ 10.272,78
LUCIA 203 R$ 10.096,62
SONIA 222 R$ 10.046,67
WILSON 103 R$ 10.022,98
ALFREDO 66 R$ 9.954,97
Maiores médias salariais entre Prof. Universitários

Tomtom

Nasceu neste domingo 12/04/2009, às 4:16h da madrugada o tomtom. Como bom filho de nerd, já nasceu com um LOLCat próprio (baseado em idéia do kentaro).

Obrigado a todos que ligaram, escreveram, twittaram e orkutaram, não necessáriamente nessa mesma ordem... Ou não...

Requiescat in pace, Gus

 

Gus, o cão mais lindo do mundo.

Gus, o cão mais lindo do mundo.

Gus, o lindo cãozinho da foto acima, campeão de seguidos concursos de beleza, não resistiu a um cancer e veio a falecer neste domingo (dia 9/11/2008). Descanse em Paz, Gus, você que trouxe um pouco mais de alegria ao mundo!

 

(fonte: Folha de São Paulo, imagem BBC)

Ilustre desconhecida (ou alguém com problemas)

Tinha muito tempo que não postava e de repente vejo esse comentário num post antiiiiiiiiiiigo:

3. jessica - 16/10/2008
Eu nao tenho inimigos… Apenas concorrentes que gostariam de ser como eu…Por isso me odeia tanto… e a record concorre com a globo (etc…)  

Era um post sobre as frases mais buscadas do meu blog... Então não sei de onde ela tirou essa coisa de "inimigo". Será que ela teve a mesma idéia e ficou mordida? Será que ela se confundiu de blog? Será que é louca mesmo?

Façam suas apostas! A melhor delas ganha o direito de clicar num botão vermelho no meu mais novo projeto de ficar milionário: http://tudumpa.com.

Tudum-pá!

Ajudem a espalhar o meme:

http://tudumpa.com/

Back from outer space...

No início eu tive medo, fiquei petrificado. Achava que eu nunca viveria sem você do meu lado. Mas foram tantas noites em claro lembrando quanto mal você me fez que eu ganhei forças, aprendi a me virar. Então você me aparece, saido do espaço sideral. E eu dou de frente com você com esse seu jeito de mau. Eu devia ter trocado a porra da fechadura! Eu teria tomado suas chaves se eu soubesse por um segundo sequer que você voltaria pra me incomodar!

Então vai embora, saia daqui, dê meia volta porque você não é mais bem-vindo. Não foi você que tentou me derrubar com um adeus? E achou que eu desabaria? Achou que eu definharia e morreria?

Mas não, eu não. Eu vou viver! Enquanto eu souber amar eu sei que eu estou vivo. Eu tenho toda uma vida pela frente, tenho muito amor pra dar, eu vou viver! Eu vou viver!

Precisei de todas as minhas forças só pra não desabar, e eu ainda estou tentando colar os pedaços daquele coração quebrado. E eu gastei tantas noites sentido pena de mim mesmo, e eu chorei, mas mantive a cabeça erguida. Aí você me vê com outra pessoa, e eu já não sou mais aquela coisinha ingênua apaixonada por você. Então você resolve aparecer na esperança de eu estar livre? Só que agora eu guardo meu amor pra alguém que vá me amar.

Então vai embora, saia daqui, dê meia volta porque você não é mais bem-vindo. Não foi você que tentou me derrubar com um adeus? E achou que eu desabaria? Achou que eu definharia e morreria?

I will survive!

A tradução ficou péssima, mas eu adoro essa música!

Latex, again?

Instalei um plugin de LaTeX no meu wordpress!! Uhu! funciona! Agora posso contar a piada do ricbit:

Um 8 e um e^x andavam tranquilamente por uma rua, quando de repente o 8 se jogou em um beco e se escondeu. O e^x, preocupado, foi atrás dele:

  • O que aconteceu, 8?
  • É que vem vindo ali um operador de derivada. Ele é um desses bullies que vivem me enchendo. Se ele me pega não sobra nada!
  • Pois eu vou atrás dele. Eu sou um e^x e ele não consegue fazer nada comigo.

Então o e^x vai até o operador de derivada e fala com ele:

  • Pare de incomodar o 8! Eu sou um e^x, e você não consegue fazer nada comigo!
  • Muito prazer, e^x. Eu sou o frac{d}{dy}.

(fade out com trilha sonora: http://www.sadtrombone.com/)

Mando chamar a mãe-d'água pra me contar as histórias que no tempo de eu menino Rosa vinha me contar.

Ou pra cantar essa música, que eu ouvia, e ouvia, e adorava, e agora, depois de velho, que entendo que não é só uma sonoridade e poesia, adoro ainda mais:

No porto de Amsterdã
Os marinheiros cantam
Sonhos que os assombram
Ao largo de Amsterdã.
No porto de Amsterdã
Os marinheiros dormem
Junto com os estandartes
Ao longo das margens mortas
No porto de Amsterdã
Os marinheiros morrem
Cheios de porre e de dramas
Aos primeiros sinais
Mas no porto de Amsterdã
Os marinheiros nascem
Naquele calor espesso
De apatia oceânia

No porto de Amsterdã
Os marinheiros comem
Nas toalhas tão brancas
Onde o peixe escorre
E eles mostram os dentes
Pra morder a fortuna
Pra esconder a Lua
Pra roer os cordames
E o fedor de morua
Chega em meio às fritas
Que os seus dedos convidam
A chegarem mais
Depois se levantam à rir
Quase como um trovão
Fechando a Braguilha
E arrotando então

No porto de Amsterdã
Os marinheiros dançam
Esfregando a pança
Na pança das damas
E eles giram, e dançam
Como astros escarrados
Ao som arregaçado
De um acordeão ranço
E eles torcem a nuca
Pra se ouvirem rir
Até que, de repente
O acordeão chega ao fim
Então de jeito sério
Então de olhar firme
Eles trazem suas batavas
Pr'onde a luz lhes sorri

No porto de Amsterdã
Os marinheiros bebem
E bebem e re-bebem
e bebem ainda mais
Eles bebem à saúde
Das piranhas de Amsterdã
De Hamburgo ou além
Enfim, bebem às damas
Que lhes dão seus corpos firmes
Que lhes entregam suas virtudes
Por uma prata ou um ouro
E quando beberam demais
Se enfiam de nariz no céu
Se assoam nas estrelas
E mijam como eu choro
Nas mulheres infiéis
No porto de Amsterdã
Dans le port d'Amsterdam.[foot]Tradução livre da música "Amsterdam", sucesso de Jacques Brel na década de 1960[/foot]

quais sao os tipos de rlogios?

A coisa tá sofisticando TANTO que nem preciso olhar as estatisticas de busca! O pessoal deixa as perguntas estranhas DIRETO nos comentários! Pois então vamos lá. Em primeiro lugar vou reescrever a pergunta de forma a torná-la inteligível, e adequá-la às normas do português "correto":

  • Quais são os tipos de relógio?

Ainda falta uma contextualização, afinal "quais são" é muito vago, então mudemos para:

Quais os tipos de relógio existentes?

Pois bem, como sempre, vou escrever duas explicações: Uma girinada e uma com algum embasamento, apesar de ligeiramente enfeitada com o uso de licença poética e de fatos absurdos relatados pela lixopédia lusitana.

Primeira explicação:

De cara, acho que a explicação mais fácil é que existem 2 tipos de relógio: Os que funcionam e os que não! Mas se eu respondesse só isso, vocês, queridos leitores[foot]como se eu tivesse mais de um, pra usar plural![/foot] iriam reclamar! Pois bem, não reclamem, eu vou responder de forma mais completa. de cabeça assim, consigo pensar nos seguintes tipos, não necessariamente excludentes:

  • Relógio de pulso,
  • de bolso,
  • de mesa,
  • de sala,
  • de ponteiro,
  • de gital ;),
  • de pêndulo,
  • de igreja,
  • de parede,
  • de água,
  • de areia,
  • mecânico,
  • hidráulico,
  • eletrônico,
  • atômico,
  • astronômico,
  • cômico,
  • megafônico e
  • afônico.

Mas vamos tentar usar um pouco de história pra levantar os tipos.

No início, era o verbo, e então Deus criou o substantivo, o adjetivo e o adjunto adverbial causal indicativo temporal. Foi aí que ele percebeu que precisaria de uma forma de marcar o tempo.

De início, a contagem de dias e a separação de manhã, tarde e noite já bastavam. Depois ele precisou de uma coisa mais precisa. Aí surgiu o relógio! Dizem que foi de sol, já que os dias quem marcava era o sol. Então temos aqui nosso primeiro tipo:

  • Relógio de sol

Depois disso, descobriram que água pingando de uma torneira mal fechada pinga sempre na mesma velocidade! Dessa magnífica invenção criaram o tampão de ouvido e também a

  • clepsidra, ou o relógio de água!

Em seguida, viram que as velas também queimam em velocidade igual! E criaram os bolos de aniversário, e depois as

  • velas graduadas.

Mas, sabe como é a civilização? máquinas, sempre máquinas! Queriam um

  • relógio MECÂNICO!

Por último, chega o século 20, com seus transistores, diodos e chips semicondutores. Os relógios, claro, não queriam ficar pra trás! Surgiram os

  • relógios eletrônicos.

Mas tirando o Pêndulo de Galileu e o 130, não existia nenhuma maneira precisa de medir o tempo a não ser observando as estrelas por milhares de anos. Por isso os físicos não se deram por rogados, prenderam um gato numa caixa com um contador geiger e fizeram o

  • relógio atômico.

E assim conseguimos classificar nossos relógios por "força motriz", nos 4 elementos naturais da alquimia:

FogoTerraÁguaAr

  • terra: O relógio de sol, que depende do movimento da terra em torno de si mesma, e os mecânicos, que dependem de pêndulos atraídos pela gravidade da terra.
  • fogo: as velas graduadas.
  • agua: as clepsidras.
  • ar: Os relógios eletrônicos que vivem de vento!

E por ultimo os relógios atômicos que funcionam com 50% de terra, 50% de fogo, 50% de água, 50% de ar, 50% de gato e 50% de ursoporcômem.

A wikipédia, por outro lado usa uma classificação mais simples:

Analógicos, digitais e auditivos. Hein? Auditivos? Porque diabos um relógio auditivo não se encaixaria nas duas categorias anteriores? Sei-la, mas a voz da wikipédia é a voz de Deus...

Por outro lado, podemos cair pra segunda explicação, também baseada na história dos relógios:

Segunda teoria

A segunda teoria classifica os relógios de acordo com "onde" eles ficam. Não, não é posição geográfica não, é só o lugar onde eles estão apoiados mesmo. Pesquisas internacionais revelam que os primeiros relógios, os de sol, eram instalados no chão ou em pedestais. Esses são os

  • relógios de chão.

Enquanto as clepsidras eram instaladas em palácios, dentro de salas próprias, em geral dentro de templos construídos só pra isso, por isso são os

  • relógios de templo.

Já os relógios astronômicos eram construídos "no papel" com mapas das estrelas. Estes são os

  • relógios de mapa.

No mundo moderno, dos relógios que conhecemos hoje, os relógios mecânicos dominam. Os primeiros deles, claro, eram os relógios de sino, que serviam apenas pra tocar os sinos das igrejas na hora da missa. Esses são os

  • relógios de sino (duh).

A evolução deles, claro, são os relógios enormes que ficavam nas torres das igrejas, que são conhecidos por

  • relógios de torre

Com a miniaturização, e coma invenção de galileu pelo pêndulo, na igreja de pisa, surgiram os

  • relógios de parede, também conhecidos como relógios do vovô (do inglês "grandfather clock").

Em decorrência de pêndulos cada vez menores, os

  • relógios de mesa

surgiram. E depois deles os

  • relógios de bolso

e os

  • relógios de pulso.

Por fim temos os modernos relógios que não são colocados em lugar nenhum, ou melhor, ficam em salas próprias, ou dentro da cabeça dos computadores. Esses são os relógios atômicos e os relógios virtuais.

Bom, como sempre, classifiquei os relógios de todo jeito, mas as girinadas permeiam os textos. As dicas pra encontrar a verdade estão por aí, quem quiser que ache! Mas o mais fácil mesmo é perguntar pra professora o que que ela quer, porque professor, sabe como é? Faz cada pergunta infundada só pra provar que a versão dele tá certa...

Balanço geral das frases buscadas...

Pois é...

lá fui eu olhar o que tinha dado. Categorizei, de forma manual mesmo, as buscas em grandes grupos (no total foram 27 grupos, mais um "outros" das queries que eu não consegui categorizar). Pra minha surpresa, o "fondue" ganhou disparado da "muler pelada". Acho que o povo prefere o pecado da gula ao pecado da luxúria... (ou será só que pouca gente escreve sobre fondue por isso as buscas caem com mais freqüência no meu site? quem irá saber?). Aí em baixo um grafiquinho resumindo meu trabalho:

Gráfico das buscas que mais cairam no meu site, categorizadas por assunto.

Gostei também de saber que procuram meu blog pra "coisas sérias" como compressão de dados e colocação de padres no google maps. Mas o objetivo mesmo não era esse. Era recolher frases legais sobre as quais postar...

Frases legais

quem sou eu? curriculum

Será que esse daí queria que o currículo dele já estivesse pronto na internet? Ou será que ele nem mesmo sabe quem ele é? vai saber... (mas quem quiser, tem um link pro MEU currículo aqui 😉

mera

Ein??? Mera? Que diabos é isso?

moro de favor meu filho pode me visitar

Será que ele(a) acha mais fácil encontrar essa informação na internet do que perguntando pro dono da casa?

passei concurso banco brasil 57 chama

Parabéns, seja lá o que isso queira dizer.

E ainda essas 4 que eu pretendo blogar a respeito com mais tempo:

cosseno o que serve para o futuro;1
que lingua falam? os indios pataxó;1
foto garrafa vinho mioranza;1
porque a água apaga o fogo e o álcool não;1

A da garrafa de mioranza, vinho da família da Carol, eu já posto duma vez:

Os finos, e

os de garrfão!

Os outros assuntos eu blogarei mais tarde, ou outro dia... ou não.