Manu Chao 2

Duas coisas: ficou meio mal explicado no post anterior. Eu não fumei maconha, fumei "passivamente", ou seja, tinha tanta gente fumando no show que eu ingeria a fumaça do ambiente!

A outra eu lembrei depois de ter postado. Como sempre, quando a banda dava uma pausa, eu já gritava:

- TOCA RAUL!

Isso porque sou retardado, e sempre faço isso em todo show de rock, não é porque quero que toquem raul não! Aí um ou outro gato pingado começou a repetir o "toca Raul", mas nada que se propagasse alem de uma meia dúzia de bêbados.

Quando o Manu Chau foi embora depois do segundo bis, entrou a musica eletrônica, e pra nossa surpresa, adivinhem o que era? Mosca na sopa, do raul! 😛

Manu Chao

Acabei de voltar do show do Manu Chao! DUGARAY!

O pessoal da banda ainda é majoritariamente Mano Negra, pelo que entendi. O show intercalou musicas novas, musicas do "clandestino", mais conhecidas, e musicas latinas (boleros e rumbas cantadas todas em espanhol) que não reconheci.

O Bis matou a pau. Emendou 3 musicas da epoca do Mano Negra: Mano Negra (a musica, propriamente dita), Aquela cantada em árabe (quem cantou foi o baixista), e King of the Bongo por último. Simplesmente delirante, fechando com chave de ouro!

Ah, e eu nunca fumei TANTA maconha de tabela! Putz, o povo acendia um baseado na guimba do outro.

Valeu a pena, quem não foi perdeu MESMO!