quais sao os tipos de rlogios?

A coisa tá sofisticando TANTO que nem preciso olhar as estatisticas de busca! O pessoal deixa as perguntas estranhas DIRETO nos comentários! Pois então vamos lá. Em primeiro lugar vou reescrever a pergunta de forma a torná-la inteligível, e adequá-la às normas do português "correto":

  • Quais são os tipos de relógio?

Ainda falta uma contextualização, afinal "quais são" é muito vago, então mudemos para:

Quais os tipos de relógio existentes?

Pois bem, como sempre, vou escrever duas explicações: Uma girinada e uma com algum embasamento, apesar de ligeiramente enfeitada com o uso de licença poética e de fatos absurdos relatados pela lixopédia lusitana.

Primeira explicação:

De cara, acho que a explicação mais fácil é que existem 2 tipos de relógio: Os que funcionam e os que não! Mas se eu respondesse só isso, vocês, queridos leitores[foot]como se eu tivesse mais de um, pra usar plural![/foot] iriam reclamar! Pois bem, não reclamem, eu vou responder de forma mais completa. de cabeça assim, consigo pensar nos seguintes tipos, não necessariamente excludentes:

  • Relógio de pulso,
  • de bolso,
  • de mesa,
  • de sala,
  • de ponteiro,
  • de gital ;),
  • de pêndulo,
  • de igreja,
  • de parede,
  • de água,
  • de areia,
  • mecânico,
  • hidráulico,
  • eletrônico,
  • atômico,
  • astronômico,
  • cômico,
  • megafônico e
  • afônico.

Mas vamos tentar usar um pouco de história pra levantar os tipos.

No início, era o verbo, e então Deus criou o substantivo, o adjetivo e o adjunto adverbial causal indicativo temporal. Foi aí que ele percebeu que precisaria de uma forma de marcar o tempo.

De início, a contagem de dias e a separação de manhã, tarde e noite já bastavam. Depois ele precisou de uma coisa mais precisa. Aí surgiu o relógio! Dizem que foi de sol, já que os dias quem marcava era o sol. Então temos aqui nosso primeiro tipo:

  • Relógio de sol

Depois disso, descobriram que água pingando de uma torneira mal fechada pinga sempre na mesma velocidade! Dessa magnífica invenção criaram o tampão de ouvido e também a

  • clepsidra, ou o relógio de água!

Em seguida, viram que as velas também queimam em velocidade igual! E criaram os bolos de aniversário, e depois as

  • velas graduadas.

Mas, sabe como é a civilização? máquinas, sempre máquinas! Queriam um

  • relógio MECÂNICO!

Por último, chega o século 20, com seus transistores, diodos e chips semicondutores. Os relógios, claro, não queriam ficar pra trás! Surgiram os

  • relógios eletrônicos.

Mas tirando o Pêndulo de Galileu e o 130, não existia nenhuma maneira precisa de medir o tempo a não ser observando as estrelas por milhares de anos. Por isso os físicos não se deram por rogados, prenderam um gato numa caixa com um contador geiger e fizeram o

  • relógio atômico.

E assim conseguimos classificar nossos relógios por "força motriz", nos 4 elementos naturais da alquimia:

FogoTerraÁguaAr

  • terra: O relógio de sol, que depende do movimento da terra em torno de si mesma, e os mecânicos, que dependem de pêndulos atraídos pela gravidade da terra.
  • fogo: as velas graduadas.
  • agua: as clepsidras.
  • ar: Os relógios eletrônicos que vivem de vento!

E por ultimo os relógios atômicos que funcionam com 50% de terra, 50% de fogo, 50% de água, 50% de ar, 50% de gato e 50% de ursoporcômem.

A wikipédia, por outro lado usa uma classificação mais simples:

Analógicos, digitais e auditivos. Hein? Auditivos? Porque diabos um relógio auditivo não se encaixaria nas duas categorias anteriores? Sei-la, mas a voz da wikipédia é a voz de Deus...

Por outro lado, podemos cair pra segunda explicação, também baseada na história dos relógios:

Segunda teoria

A segunda teoria classifica os relógios de acordo com "onde" eles ficam. Não, não é posição geográfica não, é só o lugar onde eles estão apoiados mesmo. Pesquisas internacionais revelam que os primeiros relógios, os de sol, eram instalados no chão ou em pedestais. Esses são os

  • relógios de chão.

Enquanto as clepsidras eram instaladas em palácios, dentro de salas próprias, em geral dentro de templos construídos só pra isso, por isso são os

  • relógios de templo.

Já os relógios astronômicos eram construídos "no papel" com mapas das estrelas. Estes são os

  • relógios de mapa.

No mundo moderno, dos relógios que conhecemos hoje, os relógios mecânicos dominam. Os primeiros deles, claro, eram os relógios de sino, que serviam apenas pra tocar os sinos das igrejas na hora da missa. Esses são os

  • relógios de sino (duh).

A evolução deles, claro, são os relógios enormes que ficavam nas torres das igrejas, que são conhecidos por

  • relógios de torre

Com a miniaturização, e coma invenção de galileu pelo pêndulo, na igreja de pisa, surgiram os

  • relógios de parede, também conhecidos como relógios do vovô (do inglês "grandfather clock").

Em decorrência de pêndulos cada vez menores, os

  • relógios de mesa

surgiram. E depois deles os

  • relógios de bolso

e os

  • relógios de pulso.

Por fim temos os modernos relógios que não são colocados em lugar nenhum, ou melhor, ficam em salas próprias, ou dentro da cabeça dos computadores. Esses são os relógios atômicos e os relógios virtuais.

Bom, como sempre, classifiquei os relógios de todo jeito, mas as girinadas permeiam os textos. As dicas pra encontrar a verdade estão por aí, quem quiser que ache! Mas o mais fácil mesmo é perguntar pra professora o que que ela quer, porque professor, sabe como é? Faz cada pergunta infundada só pra provar que a versão dele tá certa...

5 thoughts on “quais sao os tipos de rlogios?

  1. Caramba. Tá tarde. Custei a entender a piadinha e fiquei cinco minutos procurando as lixopédias da Anete por um relógio de "gital".
    Óia:
    Você quis dizer: define:digital

    Sem definições encontradas para gital.

    Sugestões:
    - Certifique-se de que todas as palavras estejam escritas corretamente.
    - Procure na internet por documentos com o termo "gital"

    saco.

Leave a Reply